traduções feministas clandestinas: feminismos de cor, lesbianos, piratarias, feministas lésbicas negras, pessoas cuír/queer de cor (queer of color people – QCP) y más!